JACQUES BREL

 

Hoje, escreverei sobre Jacques Brel,o criador de "Ne me quitte pas" esse grande compositor-intéperprete e ator ,nascido em Bruxelas no dia 8 de abril de 1929 e falecido em 1978.

Brel começa a compôr em 1950 e no mesmo ano Casa-se e em seguida, tem 3 fillhos.

Sua popularidade começou em "1957 com a canção "Quand on n´a que l´amour"("Quando só se tem amor ").A partir daí, ele segue uma carreira plena de sucessos e ganha fama internacional.

Brel cantava seus amores infelizes com muita convivção e emoção.às vezes, ele é visto como um católico fervoroso e mesmo como uma espécide de iluminado.Quanto às suas convicções políticas, Jacques Brel lutava contra qualquer forma de burguesia. Basta prestarmos atenção em suas palavras na canção "Les Bourgeois"( Os burgueses").Brel dizia que a canção o permitia de esprimir sua indigniação.

No seu repertório, o desespero se mistura com a esperança. Vemos vida e morte entremeados.

Em 1974 ele canta "Ne me quitte pas"( "Não me abandone ") e alguns meses mais tarde submete-se a uma grave operação.Consegue ainda fazer um filme, pouco depois.

No dia 9 de abril ele morre de embolia pulmponar.

 

Clique aqui e veja abaixo a imagem em seu contexto original

 

Em suas entrevistas, ele disse muitas frases significativvas e para melhor compreendê-lo, vou citar algumas delas:

"Vivre ce n´est pas sérieux, ce n´est pas grave .C´est une aventure. Presque un jeu. Il faut fuir la gravité des imbéciles."("Viver não é sério, não é grave.é uma aventura, quase um jogo. Precisamos fugir da gravidade dos imbecis.")

"La chanson est un acte d´amour,c´est un acte de tendresse" ("A canção é um ato de amor,é um ato de ternura."

"La générosité. Pas la charité.Je déteste la charité.Je passe Mon temps à la faire parce que je suis trop faible pour imposer la justice."( "A generosidade. Não a caridade. Detesto a caridade. Eu passo meu tempo a praticando porque sou fraco demais para impor a justiça.")


Clique na imagem abaixo para ver o site sobre Jacques Brel em francês e inglês


Clique na imagem abaixo para ver o site sobre Jacques Brel em português:

Karla