TEREZINHA WERSON

Terezinha, pura inspiração.

 

-ENTREVISTA -

Quando vc começou a escrever?
Sempre escrevi, algumas poesias rasguei outras estavam em um caderno,em 2006 passei para a internet por incentivo da minha amiga Karla Julia e Debora Malucelli -

O quê a levou a escrever? Acho que é um dom dado por Deus
- Cite alguns autores, poetas preferidos Castro Alves,Cora Coralina -

Vc passou sua infância aonde? Em Alagoas -
Qual seu tipo de música preferida? Nao tenho preferencia basta ser boa -

Escreve todos os dias?
Nem sempre tenho tempo

E quando a inspiração custa a chegar?
Se me sinto triste logo vem -

Fale-me de seu livro:

Ja participei de 3 antologias,da escritora Jane Rossi,o meu livro, ganhei um concurso com uma poesia EU E DEUS fui premiada pela EDITORA SCHOBA POEMAS Imaginação de poeta Se dou asas a minha imaginação ela voa alto! Sobe como um balão entra nas nuvens Entre as montanhas se perde pousa Sobre as águas e flutua... Nos galhos dos ipês e quaresmeiras Ela pousa de mansinho... Vai entrando nos jardins procurando borboletas No perfume das flores se mistura. Nas alamedas da vida vai voando Mil coisas vai inventando. Senta nas pedras do rio Contemplando a correnteza Que desce bem devagar... Imaginação de poeta corre solta... Entra na aurora colorida Na relva verde se deita... No céu de tantas cores Na beleza do azul vai seguindo... Imaginação de poeta entra Aonde ninguém vai! Mergulha nas águas calmas Pousa nas águas do mar... Imaginação de poeta São sonhos que às vezes se tornam reais.

TEREZINHA C WERSON

 

POEMAS

 

Imaginação de Poeta

 

Se dou asas a minha imaginação ela voa alto!
Sobe como um balão entra nas nuvens
Entre as montanhas se perde pousa
Sobre as águas e flutua...

 

Nos galhos dos ipês e quaresmeiras
Ela pousa de mansinho...
Vai entrando nos jardins procurando borboletas
No perfume das flores se mistura.

 

Nas alamedas da vida vai voando
Mil coisas vai inventando.
Senta nas pedras do rio
Contemplando a correnteza
Que desce bem devagar...

 

Imaginação de poeta corre solta...
Entra na aurora colorida
Na relva verde se deita...
No céu de tantas cores
Na beleza do azul vai seguindo...

 

Imaginação de poeta entra
Aonde ninguém vai!
Mergulha nas águas calmas
Pousa nas águas do mar...

 

Imaginação de poeta
São sonhos que às vezes se tornam reais.

 

©Terezinha Correia Werson . Todos os direitos reservados

O Poeta

Lá... estava sentado
Um velho poeta
Pensativo...
Cabeça entre as mãos
Os cabelos brancos
Saíam por entre os dedos
Mãos trêmulas
Alma abatida
Uma solidão medonha!

 

E os pensamentos vagando
Por entre flores,
Pássaros, rios e mares,
E sobe até os céus
Por entre nuvens e estrelas,
De volta, levanta a cabeça
Passa as mãos sobre os cabelos,
Curva-se sobre o papel
Já um pouco amassado,
Rabisca mais nada sai
Apenas rabisco.

 

Pega o papel amassa,
E joga fora.
Levanta, anda...
Contempla o céu,
Olhos tristonhos,
E a solidão...
Anda um pouco mais
Senta-se ao lado de uma fonte
Inesgotável de agua límpida
Curva-se sobre a fonte
E contempla sua imagem
Ali refletida,
Sem o frescor da juventude,
Pensa: Se da minha alma
Jorrasse palavras
Como jorra água desta fonte
Eu derramaria sobre o papel
Todos, os meus sentimentos,
E belas, poesias eu, escreveria...

©Terezinha Correia Werson . Todos os direitos reservados

A moça da foto

Ontem, olhei uma foto,
Moça de olhar distante
Os pensamentos vagando
Fisionomia tristonha,
Pensei: acho que vou perguntar
O porque desta tristeza
Mais depois de pensar muito,
Não! Não farei isto
Posso ate lhe ofender,
Mais, olhando bem a foto
Quase li a sua alma
Vi uma imensa tristeza
Estampada na tal foto
Parece até que falava
Preciso de um colo amigo
Onde eu possa despejar
Estas lagrimas sufocadas
Que no meu peito explode
Essa tristeza medonha
Essa solidão não passa
Minha alma abatida,
Meu coração sangrando;
Eu quero falar, com Deus
Pois sinto tanta tristeza
Que, até alma dói.
Eu, estava bem certa
Aquela foto falava
De angustia e solidão
Esse sentimento eu tive,
E sentimento de poeta
Quase sempre esta certo.

AUTORA:TEREZINHA C WERSON-- 26/ABRIL/2007
Dedicado a minha amiga Karla Julia

 

Conheçam mais dessa Poeta tão querida nesse link:


http://retalhosdepoesias.blogspot.com/

 

Canção: "Em Algum Lugar do Passado"