Albert Camus
Um mergulho no pensamento de Camus

"Je ne puis vivre personnellement sans mon art. Mais je n´ai jamais placé cet art au dessus de tout. S´il m´est nécessaire au contraire, c´est qu´il ne sépare de personne  et me permet de vivre, tel que je suis, au niveau de tous. L´art n´est pas à mes yeux une de réjouissance solitaire. Il est un moyen d´émouvoir le plus grand nombre d´hommes em leur offrant une image privilégiée des souffrances et des joies communes. Il oblige donc l´artiste à ne pas s´isoler.Il le soumet à la vérité la plus humble et la plus universelle. Et celui qui, souvent , a choisi son destin d´artiste parce qu´il se sentait différent, apprende bien vite qu´il ne nourrira son art, et sa différence, qu´en avouant sa ressemblance avec tous."

 

A.Camus. Discours de Suède,  Gallimard. 1958.

 

Tradução:

 

"Pessoalmente, não consigo viver sem minha arte. Mas nunca coloquei essa arte acima de tudo.Ao contrário, se ela me é necessária, é porque não me separa de ninguém e me permite viver, tal como sou, no mesmo nível de todos, . A arte não é para mim, um prazer solitário.è um meio de comover o maior número de pessoas oferecendo-lhes uma imagem privilegiada dos sofriementos e alegrias comuns.Ela obriga pois o artista não se isolar; o submete à verdade mais humilde e mais universal. E aquele, que muitas vezes, escolheu seu destino de artista porque se sentia diferente, aprende bem rápido, que somente alimentará sua arte, e sua diferença, confessando sua semelhança com todos."

 

A.Camus.Discours de Suède,.Gallimard.1958

 

Tradução:Karla Julia

By Karla

Parte II - Clique aqui para ver a parte II