O AMOR NO UNIVERSO


(sextilhas)

A Via Láctea transita e gira, como exímia bailarina,
Poeira cósmica se espalha, brilha como purpurina...
É o nascer de novos astros que assim se anuncia,
Sob o silêncio eterno que paira no éter, qual magia.
Ao transporem as fronteiras, mil sons fazem-se ouvir,
E a vida explode em nosso céu, para nos seduzir!

É quando astros e estrelas, se encontram às escondidas,
Momento em que mil falenas cairão, desfalecidas;
Faíscas riscarão os céus, ribombarão trovões,
E as nuvens, encantadas, dando-se encontrões,
Propiciarão dilúvios de chuva sobre a Terra!
- É assim o amor intenso que o Universo encerra.

©Mírian Warttusch. Todos os direitos reservados

Canção: Dinah Washington, "Misty"