TONHO FRANÇA

Caminhos do sol...

 



Eu olho de frente pro sol

as sombras lapidam-se
entre pedras e assovios
mudanças de luas e estações
água calma que veste os rios

e eu sigo de frente pro sol

sei que não conheço as manhãs do futuro
percebo a beleza do improviso,
o vento que toca em meus cabelos longos
É íntimo conhecedor de destinos...

além de mim e do caminho, dentro de mim - caminho

e eu sigo de frente pro sol

nas entrelinhas é que se encontra o que foi dito
sem mapas ou rotas, só sentidos....

cíclica vida
começa, termina
espiral realidade fantasia
metafísica poesia

além de mim e do caminho, dentro de mim o caminho

É preciso olhar de frente pro sol
ser e estar de frente pro sol
ser e estar
Sol.

©Tonho França. Todos os direitos reservados.

 

Canção:”Libertango “, Astor Piazzola