CATARINO SALVADOR


Nasci na pequena cidade de Dumont, SP. Antiga fazenda do cafeeiro Henrique Dumont
Pai de Santos Dumont. Filho de lavradores trabalho no campo ainda hoje.
Na escola estudei até o sétimo ano, minhas matérias preferidas eras Matemática e História,
Comecei a escrever há dois anos, motivado por uma amiga, e venho aprendendo com poetas e poetisas, não gosto de escrever com palavras de impacto, (tipo olhe no dicionário).
Quero que entendam na mesma simplicidade que escrevo. Apesar de que,quando todos os brasileiros tiverem o português afinado será uma grande alegria.

 


Ser criança



Enfant Colombe, Picasso



Esta criança que rodeia
Procurando brincadeira
Feito anjo no paraíso
Já cansado de delírio

Nas loucas travessuras
É bamba na ternura
Como samba na ciranda
Que rodeia uma criança

Ser parte deste mundo
Vivenciando cada sorriso
É sentir que uma parte
Já chegou ao paraíso

Ser criança é ser assim
Contar bola de sabão
Chorar de pirraça
Pra chamar a atenção
Dizer palavras trocadas
Cativando a emoção.

©. Catarino Salvador.Todos direitos reservados

Simplesmente mediano

Foi num sonho mediano
Em uma noite sem nada
Eram fadas sem condão
E anjos sem asas

Mas tinha um colorido
Colorindo o infinito
Eram cores de arco íris
Ou cores de um menino?
O sol era azul, a lua cor de rosa,
As estrelas brilhavam tanto!
Que ao dia se misturavam

Tinha índios pelas ruas
E casas nas calçadas
As ruas eram relvas
Pássaros que cochichavam

Mas foi mediano
Não foi tão ruim
Encontrei-me num sonho
Com você no jardim

Uma flor diferente
Nem rosa nem jasmim...

©. Catarino Salvador.Todos direitos reservados

 

Canção:”Berceuse”Chopin