Centrar-se

É do passado a hora decorrida
É do futuro a hora que há de vir
No agora eu tenho a chance de existir
E viver plenamente a minha vida

A existência não deve consistir
Em ser presa de coisa transcorrida
Ou de coisa inda não acontecida:
não viver no passado ou no porvir

Mas no agora, estreiteza de um momento:
No mais fundo do fundo da consciência
Viver integralmente a consistência

Do agora, em completo enlevamento.
Na consistência do viver assim
Integralmente estou centrado em mim

©Diógenes Pereira de Araújo. Todos os direitos reservados

Diógenes Pereira de Araújo
Blog:http://diogenespereiradearaujo.blogspot.com