De Livre e Espontânea Vontade

Em mim só há uma fonte de poesia
inspiração,doçura, lirismo,
pão, vinho e mansidão

Escrevo e dissolvo-me em pura magia
Sento-me na lua, enfeito meu cabelo
e é nessa hora que a noite vira dia

Canto nossos mundos errantes, tão distantes...

E mesmo que eu morra amanhã
teu sangue já corre em minhas veias,
foi teu presente de livre e espontânea vontade




Muitas luas atrás...

Por isso não chore jamais
segue sorrindo, pois cortei meus cabelos
e deixei o mundo virando espuma
só para poder ver-te seguir teu caminho em paz

Assim reza a lenda...

Sou feliz pois o fostes
Nunca começo nem termino
Continuo...

Dou vivas a minha vida por ti escolhida!

Karla Julia

Canção: "Viva la Voda" Coldplay

 
 

Jenario de Fátima

Tonho França

Valter Montani

Oswaldo Antonio Begiato

Míriam Warttusch

Armando Licurgo

Maria Lucilia Cardoso

Diógenes Pereira de Araújo

Helena Jorge

Fátima Queiroz e sua Arte Digital

Meus Artesanatos, by Karla Julia

 



 
   
 

Campo de Orquideas by Karla
Valter Poeta
Liberdade perfeita
Oswaldo Begiato
Varal da Artes
Mírian Warttusch
Clara Luz do Meu Pensar
Eternal - Fractals
Universo na Poesia
Nivaldo Tavares
Mesa de Cantos
Mil Almas Inquietas
Poeta Cards
Retalhos de Poesia
Luz de Aldebarã
Filha do Sol
Cesar Andrade
Poética Digital