Eclipse

 



Quanto o conheci, a manhã explodiu em dourado
nada foi marcado, tudo aconteceu por acaso
me vi de repente em meio a um dia claro

E suas mãos que me liquefazem
quando deslizam por minha cintura
e tornam a me esculpir again and again
recendem a aromas de pinho e pão quentinho.

Ainda não te conheço como queria
mas já quero o que conheço
e quando entramos em eclipse...

Enfeito o cabelo com orquídeas
seguro sua mão, acendo velas perfumadas
e nas manhãs, tardes e madrugadas,
quase adormecida, aninhada em seus braços...
encontramos o caminho de casa.

Desde que o conheci
eclipses são sempre bem-vindos...

Karla Julia

Canção: "Dangerously in Love" , Beyoncé

 
 

Jenario de Fátima

Tonho França

Valter Montani

Oswaldo Antonio Begiato

Míriam Warttusch

Armando Licurgo

Maria Lucilia Cardoso

Diógenes Pereira de Araújo

Helena Jorge

Fátima Queiroz e sua Arte Digital

Meus Artesanatos, by Karla Julia

 



 
   
 

Campo de Orquideas by Karla
Valter Poeta
Liberdade perfeita
Oswaldo Begiato
Varal da Artes
Mírian Warttusch
Clara Luz do Meu Pensar
Eternal - Fractals
Universo na Poesia
Nivaldo Tavares
Mesa de Cantos
Mil Almas Inquietas
Poeta Cards
Retalhos de Poesia
Luz de Aldebarã
Filha do Sol
Cesar Andrade
Poética Digital