Quando me tocas...



Então na imensidão que meu olhar arrisca
busco o encantamento para retratar-te
sou todo desejo, todo carinho e mais...

imagino-te como quem descobre uma estrela
que surgiu no espaço entre tantas outras,
mas, que ao brilhar exibe lirismo, cheiro e florais

Sentía-me morta com essa ausência
uma espuma, quem sabe apenas bruma
não era palpável, já não havia mais teu toque
agora, novamente tua, quero ser chamada de Lua

sinto-me mais intensa em questão de segundos
tens o dom de me re-animar e ir mais fundo
olho para o céu e vejo um sol inocente
quando me tocas te recebo de corpo presente...
Finalmente.

Marçal Filho/Karla Júlia
Minas/Rio 18/06/2010

 

Canção: "My Funny Valentine",Chet Baker

 

 
 

Jenario de Fátima

Tonho França

Valter Montani

Oswaldo Antonio Begiato

Míriam Warttusch

Armando Licurgo

Maria Lucilia Cardoso

Diógenes Pereira de Araújo

Helena Jorge

Fátima Queiroz e sua Arte Digital

Meus Artesanatos, by Karla Julia

 



 
   
 

Campo de Orquideas by Karla
Valter Poeta
Liberdade perfeita
Oswaldo Begiato
Varal da Artes
Mírian Warttusch
Clara Luz do Meu Pensar
Eternal - Fractals
Universo na Poesia
Nivaldo Tavares
Mesa de Cantos
Mil Almas Inquietas
Poeta Cards
Retalhos de Poesia
Luz de Aldebarã
Filha do Sol
Cesar Andrade
Poética Digital