Super-Herói

 



Meu super-herói que me diz doces palavras
sem fazer uso de artimanhas, sem muita manha
faz-me sonhar que sempre estará comigo, homem dos rios.

Cigarras ao cair da noite, banhos de águas doces,
Seus braços, que insistem em me tirar a sensação de frio
Super-Homem que explode em força e beleza, como a natureza.

Cara metade, (in)Verso do que sou
Meu Super-Ultra-Mega-Herói
Que nunca se apressa em encurtar nossa eternidade.

E me protege dos olhos maldosos do mundo
Tem cheiro de orvalho, me deixando fluida e cristalina
quando desliza suas mãos fortes e calejadas sobre mim.

Virilidade, há um certo nome de homem para ti.

Karla Julia

 

Canção:"I´m Confessin" Lizz Wright


 
 

Jenario de Fátima

Tonho França

Valter Montani

Oswaldo Antonio Begiato

Míriam Warttusch

Armando Licurgo

Maria Lucilia Cardoso

Diógenes Pereira de Araújo

Helena Jorge

Fátima Queiroz e sua Arte Digital

Meus Artesanatos, by Karla Julia

 



 
   
 

Campo de Orquideas by Karla
Valter Poeta
Liberdade perfeita
Oswaldo Begiato
Varal da Artes
Mírian Warttusch
Clara Luz do Meu Pensar
Eternal - Fractals
Universo na Poesia
Nivaldo Tavares
Mesa de Cantos
Mil Almas Inquietas
Poeta Cards
Retalhos de Poesia
Luz de Aldebarã
Filha do Sol
Cesar Andrade
Poética Digital