Cantiga para uma saudade

-II-







Tantas vezes caí e me levantei
Tantas vezes chorei e minhas lágrimas sequei
Mas agora, minha corrente sanguínea estancou
Enchi a vasilha que continua vazia , e caio no chão
...desvanecida.

A tempestade chega e é ameaçadora
Procuro-te pela casa toda
Grito teu nome, tateando no escuro, procurando teu corpo
ou qualquer coisa que me lembre de ti...

...tua camisa de ficar em casa,teu cheiro, teu reflexo no espelho...

Cravejada por meu próprio medo, sinto-me desmoronar
Lá fora ouço a cigarra, que num canto qualquer,
insiste em seu canto, ressoando como grito de dor

Lembranças de chegadas sem despedidas ...
Agora, sucumbo ao abandono dos adeuses a deuses esquecidos

Algum dia, talvez, uma amanhã terei
Então, dessa vez serei o que nunca ousei
só assim sentirei a sensação de viver
o que nunca me deixaram ser

... quase um Kamikase

Karla Julia

 

Canção: "When I Look in Your Eyes" Diana Krall

 
 

Jenario de Fátima

Tonho França

Valter Montani

Oswaldo Antonio Begiato

Míriam Warttusch

Armando Licurgo

Maria Lucilia Cardoso

Diógenes Pereira de Araújo

Helena Jorge

Fátima Queiroz e sua Arte Digital

Meus Artesanatos, by Karla Julia

 



 
   
 

Campo de Orquideas by Karla
Valter Poeta
Liberdade perfeita
Oswaldo Begiato
Varal da Artes
Mírian Warttusch
Clara Luz do Meu Pensar
Eternal - Fractals
Universo na Poesia
Nivaldo Tavares
Mesa de Cantos
Mil Almas Inquietas
Poeta Cards
Retalhos de Poesia
Luz de Aldebarã
Filha do Sol
Cesar Andrade
Poética Digital