(In)Confidências

Morri no dia em que não mais te reconheci
mas te eternizei no dia em que resolvi te amar no escuro
Tornando-me especialista em ti e desvendando-te além das aparências

Decifro-te a cada dia, cada mês e a cada ano
Decifro-te a todo instante em que nos disfarçamos
Flutuo por tua órbita qual satélite,

observando tim-tim por tim-tim tua superfície lunar

Contigo, aprendi que o amor não precisa de presença para ser amor
Aprendi, que posso eu mesma suturar meus cortes com as linhas que me dedicas
Que um dia sem você não é nada perto do templo que me ergueste

Todas as vezes que penso que já partiste
germinas,um belo dia, como um girassol
à procura de uma nova noite com sol

Falei com Deus sobre ti...
que, certas noites, minha alma perambula por tua casa
Respondeu-me, que ficasse tranquila,
que isso não o preocupava,
pois Ele se responsabilizava pela noite das almas
ninguém percebia onde as almas íam...

...desavisadas e com frio, à procura de abrigo.

Karla Julia

 

Canção: "A Song for you"Michael Bublé

 
 

Jenario de Fátima

Tonho França

Valter Montani

Oswaldo Antonio Begiato

Míriam Warttusch

Armando Licurgo

Maria Lucilia Cardoso

Diógenes Pereira de Araújo

Helena Jorge

Fátima Queiroz e sua Arte Digital

Meus Artesanatos, by Karla Julia

 



 
   
 

Campo de Orquideas by Karla
Valter Poeta
Liberdade perfeita
Oswaldo Begiato
Varal da Artes
Mírian Warttusch
Clara Luz do Meu Pensar
Eternal - Fractals
Universo na Poesia
Nivaldo Tavares
Mesa de Cantos
Mil Almas Inquietas
Poeta Cards
Retalhos de Poesia
Luz de Aldebarã
Filha do Sol
Cesar Andrade
Poética Digital