De quando me entreguei à magia do inesperado






De repente, saí de mim mesma e me perdi em você
Logo eu, que tenho um jogo de cintura invejável,
Não parei de falar quando deveria me calar, e vi tudo rodar
Nessa hora, a Terra junto comigo sucumbiu, e parou de girar

Se os próprios astros nessa hora saíram de suas órbitas
Como deveria me comportar?


Você, com sua impressionante lucidez cartesiana me fez desmoronar
Ou talvez deslumbrou o invisível junto comigo?
E sentados à beira do abismo só então nossos corpos se tocaram levemente
Lado a lado, naquela tarde morna, sentimos a delícia do inesperado

E agora espero de novo estar contigo nessas novas tardes mornas
onde uma aragem leve e perfumada me traz um sopro de vida
Refeita da surpresa inicial encontro em você novas querências
E da próxima vez, prometo-lhe não precisar tomar um pouco de ar

Estou pronta para um novo conto de fadas...contigo
Mas fica comigo...

Karla Julia

Canção:" Insatiable" Darren Hayes

 
 

Jenario de Fátima

Tonho França

Valter Montani

Oswaldo Antonio Begiato

Míriam Warttusch

Armando Licurgo

Maria Lucilia Cardoso

Diógenes Pereira de Araújo

Helena Jorge

Fátima Queiroz e sua Arte Digital

Meus Artesanatos, by Karla Julia

 



 
   
 

Campo de Orquideas by Karla
Valter Poeta
Liberdade perfeita
Oswaldo Begiato
Varal da Artes
Mírian Warttusch
Clara Luz do Meu Pensar
Eternal - Fractals
Universo na Poesia
Nivaldo Tavares
Mesa de Cantos
Mil Almas Inquietas
Poeta Cards
Retalhos de Poesia
Luz de Aldebarã
Filha do Sol
Cesar Andrade
Poética Digital