Do Inesperado Co( Respondido)

Foto by Ana Dias


De repente, me perdi em você
Eu, que tenho um jogo de cintura invejável
Dessa vez...sucumbi e senti o tempo parar...
A Terra nessa hora, sucumbiu junto comigo

e parou de girar

Se os próprios astros nessa hora saíram de suas órbitas,
por que eu deveria me comportar?

E você, com sua impressionante lucidez cartesiana me fez desmoronar
Ou talvez deslumbrar o invisível?
Esentados à beira do abismo nossos corpos se tocaram levemente
naquela tarde morna, sentimos a delícia do inesperado

Agora, espero de novo estar com você nessas tardes lilases
Onde uma nova aragem me traz um sopro de vida fundamental
Para depois, refeita da surpresa inicial, reencontrá-lo a tempo de novas querências

Mas...fica comigo.

Karla Julia

 

Canção: "Lost in Love", Air Supply

 

 
 

Jenario de Fátima

Tonho França

Valter Montani

Oswaldo Antonio Begiato

Míriam Warttusch

Armando Licurgo

Maria Lucilia Cardoso

Diógenes Pereira de Araújo

Helena Jorge

Fátima Queiroz e sua Arte Digital

Meus Artesanatos, by Karla Julia

 



 
   
 

Campo de Orquideas by Karla
Valter Poeta
Liberdade perfeita
Oswaldo Begiato
Varal da Artes
Mírian Warttusch
Clara Luz do Meu Pensar
Eternal - Fractals
Universo na Poesia
Nivaldo Tavares
Mesa de Cantos
Mil Almas Inquietas
Poeta Cards
Retalhos de Poesia
Luz de Aldebarã
Filha do Sol
Cesar Andrade
Poética Digital