Nossos Nomes



Uma levre brisa por mim passa trazendo o teu perfume
Hora de atender ao teu chamado,tênue acorde na noite que cai
E saio a tua procura, seguindo o eco da tua voz.

Juntos, pintamos nossos corpos com nossos nomes
Desse modo juramos eternidade de livre e espontânea vontade
Por mim, por ti e por tudo o que fizemos e faremos

Quem sabe um dia alguma esperança não pousa em minha saia?

Quem sabe assim voltarei a sorrir novamente feito boba?
Permitindo aos meus olhos brilhar de tanto prazer
Do Amor per-fei-to que ele acabou de me fazer

Agora, vou abrir todas as janelas, vem esperança, vem
- Vem aqui em minha casa, mas chega logo, sem tardar
Essa saudade dói tanto que tenho medo de não suportar.

Karla Julia

 

Canção "Insensatez ", Bebel Gilberto

 
 

Jenario de Fátima

Tonho França

Valter Montani

Oswaldo Antonio Begiato

Míriam Warttusch

Armando Licurgo

Maria Lucilia Cardoso

Diógenes Pereira de Araújo

Helena Jorge

Fátima Queiroz e sua Arte Digital

Meus Artesanatos, by Karla Julia

 



 
   
 

Campo de Orquideas by Karla
Valter Poeta
Liberdade perfeita
Oswaldo Begiato
Varal da Artes
Mírian Warttusch
Clara Luz do Meu Pensar
Eternal - Fractals
Universo na Poesia
Nivaldo Tavares
Mesa de Cantos
Mil Almas Inquietas
Poeta Cards
Retalhos de Poesia
Luz de Aldebarã
Filha do Sol
Cesar Andrade
Poética Digital