DOLCEMENTE

Clique na imagem para assistir ao clipe

 

Quando o silêncio era a resposta esperada
Uma melodia surge do nada
E mais outra, e mais outra
E de repente a música se faz presente
Dolcemente


Um novo som por mim desconhecido
Mas que consigo tocar por inteiro
Começando em dó menor
Prosseguindo num Sol bem Maior.


É você aqui, agora, tão perto,
Desvendando meus acordes
E eu, perdida em seus movimentos
Tão certos

Sussurando-lhe em pianíssmo
Amami per sempre,
Dolcemente

Io me arrendo a te.


Karla Julia

 
 

Jenario de Fátima

Tonho França

Valter Montani

Oswaldo Antonio Begiato

Míriam Warttusch

Armando Licurgo

Maria Lucilia Cardoso

Diógenes Pereira de Araújo

Helena Jorge

Fátima Queiroz e sua Arte Digital

Meus Artesanatos, by Karla Julia

 



 
   
 

Campo de Orquideas by Karla
Valter Poeta
Liberdade perfeita
Oswaldo Begiato
Varal da Artes
Mírian Warttusch
Clara Luz do Meu Pensar
Eternal - Fractals
Universo na Poesia
Nivaldo Tavares
Mesa de Cantos
Mil Almas Inquietas
Poeta Cards
Retalhos de Poesia
Luz de Aldebarã
Filha do Sol
Cesar Andrade
Poética Digital